Categorias
Economia Notícias Tendências

SOBE NÚMERO DE EMPREENDIMENTOS

Sobe o número de empresas abertas no mês de abril em relação a março. O crescimento foi em torno de 7%. Mesmo com as mudanças no mercado, o brasileiro busca meios de se manter com novas oportunidades ou abrindo seu próprio negócio.

 

Dados levantados pelo Empresômetro, empresa brasileira de inteligência de mercado, aponta que houve um pequeno aumento no número de abertura de empresas formalizadas, cerca de 263 mil.

 

 

O Estado de São Paulo é o local que mais abrigou esses empreendimentos abertos no mês de abril e os serviços mais buscados foram cabeleireiros, venda de roupas e acessórios. Outra tendência são os serviços de entrega por aplicativo.

 

Veja a comparação dos Estados:

 

  • SÃO PAULO 82.359
  • MINAS GERAIS 27.850
  • RIO DE JANEIRO 24.756
  • PARANÁ 18.047
  • RIO GRANDE DO SUL 15.993

 

 

Categorias
Tendências

Vendas online no Dia do Consumidor sobem 45%, aponta Criteo

No Dia do Consumidor, comemorado no último dia 15, as lojas virtuais brasileiras atingiram seu pico de vendas para o mês, tendo aumentado 45% em relação à média diária de fevereiro. Isso confirmou a previsão anterior da própria Criteo para uma alta de vendas no período. Isso se deve às grandes promoções que algumas marcas e redes já apresentavam desde o início de março para atrair os clientes na tentativa vencer a concorrência.

Anteriormente ressaltado, o levantamento do dia do consumidor foi feito pela Criteo S.A. (NASDAQ: CRTO), plataforma de anúncios para a Internet aberta, e também revela as categorias e produtos mais comprados pela Internet no período. Sendo assim, confira alguns destaques da data:

Livros (aumento de 256%), Casa e Cozinha (133%) e Roupas de Cama (98%) tiveram melhor desempenho, bem como de Cuidados Pessoais (74%), Joias e Acessórios (37%) e, por fim, Vestuário (33%), para citar os seis segmentos de maior destaque.

“Percebemos que as vendas começaram antes, conforme o Dia do Consumidor se aproximava. E neste ano, apesar de não ter atingido o mesmo desempenho do ano passado, quando houve crescimento de 65% na comparação com fevereiro, as vendas duraram mais tempo com o público aproveitando as grandes ofertas”, explica Alessander Firmino, diretor geral da Criteo para o Brasil e América Latina.

VEJA MAIS:

Quais os beneficios da terceirização? Entenda!

4° Simpósio de Varejo e Shopping destacará a importância do marketplace para o varejo

Google vai oferecer serviços de consultoria para o varejo

Confira os segmentos mais vendidos:

Categoria Aumento (em %) em relação a fevereiro
Livros 256
Casa e Cozinha 133
Roupas de Cama 98
Cuidados Pessoais 74
Joias e Acessórios 37
Vestuário 33

Seja como for, o varejo brasileiro tenta sobreviver ao pós-crise vivido, sobretudo, entre 2015-2017. As vendas do comércio varejista brasileiro registraram alta de 0,4% em janeiro, na comparação com o mês anterior, após recuo de 2,1% em dezembro, de acordo com os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Via E-Commerce News.

Metodologia

Os resultados referentes ao Dia do Consumidor 2019 foram identificados pela Criteo por meio da análise de mais de 10,4 milhões de transações em desktops, smartphones e tablets de 69 grandes anunciantes no Brasil.

Não fique de fora do maior evento político-empresarial do Brasil:

➡ Inscreva:-se http://simposio.alshop.com.br/simposio-2019/

Fique ligado em tudo que rola por dentro do mundo da ALSHOP. Siga-nos nas mídias sociais:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebookhttps://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Categorias
Tendências

Pesquisa revela novos hábitos no consumo de bebidas

Após o Dia Mundial do Consumidor, a ABRABE (Associação Brasileira de Bebidas) apresenta um levantamento realizado entre seus associados sobre o consumo de bebidas alcoólicas em 2018.

Inicialmente, a ABRABE observa que hoje o consumidor tem mais acesso ao conhecimento sobre diferentes produtos e formas de produção. Assim, suas opções de escolha foram ampliadas.

Dessa forma, a pesquisa revela que, para 53% das empresas associadas, o consumo nas categorias premium e super premium das mais variadas bebidas: cervejas, cachaças, destilados e vinhos cresceu.

Sendo assim, em resposta a este novo perfil, as empresas hoje trabalham com um portfólio diversificado que atende todas as escolhas, desde produtos mais acessíveis, produtos premium , os super premium mais sofisticados, e os artesanais, afirma Cristiane Foja, presidente executiva da ABRABE.

Além disso, outro dado apontado na sondagem é que o hábito de consumir bebidas alcoólicas em casa aumentou, em reflexo à crise econômica. Para 94% das empresas da ABRABE, esta tendência segue forte desde 2015 até os dias de hoje.

“As bebidas fazem parte do convívio social, dos festejos, dos momentos especiais de comemorações. Isso não mudou com as dificuldades econômicas, o hábito de consumo se adapta a novas formas e possibilidades, completa a executiva.

VEJA MAIS:

Quais os beneficios da terceirização? Entenda!

4° Simpósio de Varejo e Shopping destacará a importância do marketplace para o varejo

Google vai oferecer serviços de consultoria para o varejo

Sobre a ABRABE

Fundada em 1974, a Associação Brasileira de Bebidas (ABRABE) atua pelos interesses setoriais de fabricantes e importadores de bebidas no Brasil. Única entidade a englobar as maiores empresas de todas as categorias de bebidas alcoólicas, reunindo produtores, representantes, importadores e exportadores de destilados, cachaças, cervejas e vinho. Atualmente, conta com 37 empresas associadas, que juntas representam cerca de 30% do mercado bastante diversificado de bebidas alcoólicas no Brasil e detêm as principais marcas de bebidas nacionais e mundiais. Além disso, a associação atua com base em cinco propósitos estratégicos: desenvolvimento econômico do setor; sustentabilidade na cadeia de valor; relação responsável bebidas alcoólicas e sociedade; ambiente saudável de concorrência; e oportunidades de aprimoramento do mercado.

Por fim, o que você achou da pesquisa? Qual a sua bebida preferida? Diga pra gente nos comentários abaixo!

Fique ligado em tudo que rola por dentro do mundo da ALSHOP. Siga-nos nas mídias sociais:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebookhttps://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Categorias
Tendências

Criteo indica tendência de alta nas vendas do Dia do Consumidor 2019

O Dia do Consumidor está chegando e os varejistas se preparam para a primeira data com promoções do primeiro semestre, comemorada no dia 15 de março. A Criteo S.A. (NASDAQ: CRTO), plataforma de anúncios para a Internet aberta, indica a tendência de que o desempenho de 2018 se repita nesta edição. No ano passado, as vendas cresceram 65% em relação ao mesmo período do mês anterior.

“O varejo aguarda por resultados positivos no Dia do Consumidor. Os consumidores devem procurar grandes ofertas com o celular na mão, atentos para não perder boas oportunidades. No ano passado percebemos um desempenho bastante favorável no comércio online, que deve se concretizar novamente”, comenta Alessander Firmino, diretor geral da Criteo para o Brasil e América Latina.

Conforme revelado pela ALSHOP, em 2018 o segmento de Moda/Luxo alcançou um pico de vendas de 117% no dia 15 de março. Por outro lado, as vendas em Saúde/Beleza não mudaram muito em relação ao mesmo período do mês anterior, o que representa uma grande oportunidade a ser explorada nesta edição.

grafico noticias alshop balanço varejo 2018 - dia do consumidor brasil 2019

Dessa maneira, como oportunidades para elevar a conversão, o mês de março traz ainda o Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 08. No ano passado, as vendas na data aumentaram 22% em relação ao fevereiro. Já o período de Carnaval, bem no começo de março, não deve colaborar tanto para as transações no e-commerce.  

Programa Franquias & Shopping – tudo sobre varejo, franquias e shopping

Além disso, o uso dos dispositivos móveis para transações está a todo o vapor e deve crescer em 2019. No ano passado, as vendas via mobile aumentaram 13% durante o evento, com os consumidores ansiosos por encontrar boas promoções.

“Todos os segmentos devem aproveitar essa oportunidade, realizando campanhas atrativas em todos os canais e com foco sempre no usuário. Dessa maneira, os varejistas e as marcas devem se preparar com antecedência para converter mais e alcançar novos clientes”.

Sobre a Criteo

A Criteo (NASDAQ: CRTO) é a plataforma de publicidade da Internet aberta, um ecossistema que favorece a neutralidade, a transparência e a inclusão. Os 2.700 membros da equipe da Criteo fazem parceria com mais de 19.000 clientes e milhares de publishers ao redor do mundo para entregar publicidade efetiva por todos os canais, ao aplicar Machine Learning avançado para um conjunto de dados incomparáveis. Sendo assim, a Criteo empodera empresas de todos os tamanhos com a tecnologia que elas precisam para conhecer e atender melhor seus clientes. Para mais informações, visite www.criteo.com.

Por fim, não esqueça de voltar ao nosso portal para conferir a nossa cobertura Pré-Dia do Consumidor 2019.

Fique ligado nos canais ALSHOP e não perca uma novidade:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebookhttps://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Categorias
Tendências

Dia Internacional da Mulher aumenta em 400% o número de vendas de flores na internet

E-commerce Flores Online projeta receber cerca de 4 mil pedidos no Dia Internacional da Mulher; número representa crescimento de 73% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Assim como é de costume em datas sazonais, o Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, promete movimentar o mercado de venda de flores. A Flores Online, primeiro e-commerce de flores e presentes especiais do país, têm expectativa de registrar aproximadamente 4 mil compras, o que representa 400% a mais em relação aos pedidos do dia a dia e 73% em comparação com o mesmo período de 2018.

Em virtude da ocasião, as flores mais procuradas são rosas colombianas, coloridas, ou as flores do campo. Já com relação aos produtos que compõe os arranjos, os mais buscados para a mulher são chocolates importados, champanhe e ursos de pelúcia.

dia internacional da mulher presentes chocolate importado champanhe ursinho de pelúcia
Reprodução: Pinterest

“Nos preparamos para atender a demanda com base em uma projeção de anos anteriores e, também, no estudo de dispersão dos insumos. Assim, nos antecipamos e programamos a compra dos produtos necessários, bem como a estrutura necessária para atender tudo dentro do prazo. Com relação a logística, organizamos uma expedição rotativa ao longo do dia, que se inicia às 6h, adequando o número de veículos necessários para entregar os presentes no prazo”, conta Luiz Torres, CEO da Flores Online.

Sendo assim, o número de pedidos para aqueles que quiserem presentear sua parceira deve ser bem maior do que o ano passado.

Veja mais: Economia brasileira crescerá menos em 2019, prevê OCDE

Sobre a Flores Online

Fundada em 1998, a Flores Online é o primeiro e-commerce de flores e presentes especiais do país, que visa incentivar a comercialização de produtos artesanais, em qualquer momento e para qualquer tipo de relação. A empresa, criada pela Família Casarini, recebeu investimentos da 1800Flowers e BR Opportunities e, atualmente, conta com novo comando. Em julho de 2017, Luiz Torres e Lucas Buffo assumiram a operação da companhia, que passou a integrar o Grupo Flora, ao lado de Isabela Flores e Uniflores.

E você, o que pretende comprar ou gostaria de ganhar no Dia Internacional da Mulher?

Fique ligado nos canais ALSHOP e não perca uma novidade:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebookhttps://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Categorias
Tendências

Como o avanço tecnológico testa o tradicional modelo de negócios

Provavelmente você já ouviu falar sobre a primeira exibição de um filme na história. Os irmãos Lumière criaram uma sequência de imagens de um trem chegando a uma estação. Essa sequência de imagens deu início ao que hoje é a tecnologia dos filmes que gostamos tanto de assistir. Na sua primeira exibição, porém, as pessoas não entenderam que aquilo era apenas a representação de algo, não a realidade. Quando a imagem do trem estava chegando à plataforma, diversas pessoas saíram correndo na sala, acreditando que o trem de fato as atropelaria. Elas não estavam preparadas para o que estava acontecendo ali.

Muitos líderes atuais reagem de modo semelhante quando uma mudança nos paradigmas acontece. Eles fogem por não saberem o que fazer com o que está sendo apresentado, sem procurar entender o evento e, assim, agir como ele demanda. Assim, seu modelo de negócio fica arcaico e esquecido pela história.

Na década de 1970, Gordon Moore criou o microprocessador que permitiu que toda revolução tecnológica atual também acontecesse. Ele previu, acertadamente, que a cada 18 meses, em média, a capacidade de processamento de qualquer sistema iria dobrar. Assim, vemos a evolução da tecnologia acontecer em uma velocidade vertiginosa criando infinitas possibilidades.

Com o avanço tecnológico crescendo de maneira exponencial, tudo avança de forma muito mais acelerada e barata do que nas formas tradicionais. Porém, a tecnologia não é o único alicerce da transformação. Existe outra arena que se desenvolveu de forma extraordinária nos últimos anos: a comunicação ou, de modo mais específico, a revolução causada pela internet. A partir das mudanças trazidas pela tecnologia em união com as novas maneiras de comunicação desenvolvidas por ela, até mesmo os negócios mais tradicionais tiveram que rever todo o seu funcionamento para garantir a sobrevivência nesse mundo novo.

nao-foi-o-netflix modelo de negócios inovação 2019
Reprodução: Sensedata

VEJA TAMBÉM: 4 DICAS PARA A SUA CARREIRA DESLANCHAR EM 2019

É de conhecimento geral que os bancos possuem um modelo bastante antigo e tradicional de funcionamento, já que sua origem remonta a séculos atrás. Evidentemente que muitas mudanças foram feitas ao longo de todo esse tempo, mas sua raiz continua basicamente a mesma. Recentemente, porém, até as formas de negociação entre bancos e clientes estão sofrendo grandes mudanças.

Por causa das transformações que o avanço tecnológico está trazendo, apresentando novas possibilidades de negócios, mesmo grandes instituições precisam repensar toda a sua estrutura para garantir a sobrevivência neste novo mundo. A concorrência se torna cada vez mais ágil e se aproveita de espaços antes inexplorados, forçando todos a mudarem tudo lugar rapidamente.

Exemplo do Nubank

nubank companhia inovação desruptiva
Reprodução: Nubank

Um exemplo que citamos em Gestão do Amanhã é o modelo de negócio do Nubank.

A partir da facilitação que a tecnologia de processamento criou em união com a internet, essa organização foi capaz de atrair a atenção de milhões de pessoas para o seu produto, oferecendo serviços financeiros de uma forma completamente inédita até então. Essa revolução na forma dos consumidores lidarem com o mercado financeiro forçou grandes e tradicionais empresas a repensarem e remodelarem seus próprios conceitos. Os idealizadores do Nubank ignoraram os alicerces tradicionais do setor e criaram a solução que queriam, baseados em um novo uso das ferramentas disponíveis.

Ameaça ao monopólio dos gigantes

inovação modelo de negócios 2019
Reprodução: Envato

A principal ameaça ao monopólio dos gigantes, em qualquer área, não vem mais das novas companhias tradicionais do segmento ou dos movimentos estruturais de capitais que acontecem em todo o mundo. A ameaça vem das startups, dezenas de FinTechs (empresas novas do mercado financeiro) que surgem diariamente em todo o planeta, que, aproveitando o casamento da Lei de Moore com a internet, destruíram todas as barreiras de entrada.

Logo, a grande questão é que com a facilitação do acesso a informação sobre os consumidores de forma barata destrói as estruturas que foram firmadas séculos atrás. Com a evolução exponencial da tecnologia, o que antes era tido como padrão básico, já não funciona assim tão bem. Não obstante, com todas as transformações que ocorreram e ainda estão acontecendo não existem mais obstáculos que impeçam tantas mudanças.

charles-darwin modelo de negócios inovação adaptação
O que Darwin diria para as empresas que ignoram os avanços tecnológicos? Reprodução: Wikimedia Commons

O atual momento de nossa sociedade pode ser resumido pelo pensamento darwinista:

Não basta ser forte e grande, vence aquele que melhor se adapta ao ambiente.

Por não enxergar isso, diversas empresas que eram verdadeiros impérios sucumbiram ao sucesso de outras pequenas, mas poderosas, organizações que souberam aproveitar o que o ambiente lhes oferece, seguindo por caminhos alternativos. No entanto, todas devem preparar as bases de seu negócio para serem completamente transformadas a qualquer momento, a fim de garantir a própria sobrevivência nesse mundo louco e imprevisível em que vivemos.

Conclusão:

Consequentemente, a construção de um novo modelo de gestão está em curso. Se as empresas desenhadas para terem sucesso no século XX estão fadadas ao fracasso neste novo século, qual deve ser a arquitetura da companhia bem-sucedida no século XXI?

Por fim, diga pra gente nos comentários abaixo:

Como será o modelo de negócios moderno?

O artigo original pode ser lido aqui.

Fique ligado em todas as novidades da ALSHOP:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebookhttps://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

 

Categorias
Tendências

Jovens ‘chefes’ tem tido sucesso graças a estas qualidades

É cada vez maior o número de jovens profissionais no comando de equipes em empresas de diversos portes e setores. Se antigamente era importante uma carreira sólida e anos de experiência para ocupar um cargo de comando, hoje o cenário é um pouco diferente. A idade, o tempo de ‘casa’ e outros fatores relacionados à experiência já não determinam mais quem estará a frente de um setor. Veja o que os jovens que obtiveram sucesso na liderança de empresas tem feito para tal.

Para ocupar tal posição, atualmente, os atributos são: atualização, proatividade, interesse pelos objetivos e valores da empresa, incentivo aos demais colaboradores e perfil de inovação. Além disso, é importante que o profissional seja flexível a mudanças, tenha habilidades sociais e seja mais focado na gestão de pessoas.

De acordo com especialistas da Thomas Case & Associados, consultoria que tem mais de 40 anos de atuação na gestão de carreiras e RH, o novo perfil do líder está ligado a mudanças culturais das últimas décadas. O departamento de RH deixou de focar apenas nos processos de seleção e desligamento da empresa e assumiu responsabilidades como acompanhamento profissional e capacitação, o que acelera o processo de formação de líderes nas empresas.

Esse novo comportamento das empresas, especialmente nas médias e grandes, visa a redução dos degraus de hierarquia e a aproximação entre gestores e equipes. Como consequência, espera-se uma melhora nos indicadores de satisfação interna. Justamente por isso, é importante que esses líderes tenham habilidade em formar e manter relacionamentos, sensibilidade interpessoal, gostem de pessoas, sejam verdadeiros influenciadores. Também é importante que acompanhem as inovações tecnológicas e estejam ligados às informações.

VEJA MAIS: O novo consumidor desafia as estratégias de marketing

Confira alguns exemplos desse fenômeno:

Terra Madre

Terra-Madre-715x390 jovens
Reprodução: Empreendedores

Na Terra Madre – Orgânicos e Saudáveis, rede de franquias pioneira em oferecer produtos orgânicos, saudáveis e voltados ao bem-estar, o comportamento diferenciado, a atenção aos detalhes e a motivação levaram Artidônio Gomes Oliveira ao cargo de diretor de franquias. Oliveira já era colaborador da empresa e foi promovido à diretoria não apenas pelos bons resultados alcançados anteriormente, como pela proatividade, agilidade, equilíbrio emocional, empatia com outras pessoas do grupo, entre outras qualidades importantes para exercer um cargo de liderança.

Em pouco mais de seis meses no novo cargo, Oliveira já promoveu mudanças realmente importantes e significativas entre os franqueados da rede de orgânicos. A unidade de Santos, por exemplo, que já operava com bons resultados, viu todos os seus índices de avaliação subirem com o profissional na liderança e hoje é considerada uma loja exemplo na rede.

Além disso, a franqueada tem, inclusive, planos de investir em uma segunda operação da marca, tamanha a satisfação com os resultados, frutos de uma boa gestão e forte apoio da franqueadora e de seus líderes.

As equipes das 15 lojas em operação atualmente veem no líder – sempre presente nas lojas e efetivamente participando dos processos de gestão, bem como ouvindo demandas e solucionando questões importantes – um verdadeiro apoio e inspiração para a busca de resultados melhores.

Mania de Churrasco!

logo-maniadechurrasco-jovens empreendedores líderes
Divulgação

Igualmente acontece no Mania de Churrasco! PRIME STEAK HOUSE, rede de franquias especializada em servir cortes de carnes nobres em praça de alimentação de shopping. Cleber Swazer, hoje com 24 anos, entrou para o time da rede de franquias de churrascarias com 18, dois anos após o início da sua vida profissional. Chegou ao Mania de Churrasco com a incumbência de supervisionar um dos restaurantes, que tinha, na ocasião, 18 funcionários.

Desde então, Swazer foi se destacando pelo perfil motivador, profissionalismo e vontade de crescer. Sendo assim, foi reconhecido por seus esforços quatro vezes. Em todas elas, conquistou promoções. Na última, tornou-se gerente de implantação, um dos postos mais importantes dentro da franqueadora – hoje com mais de 900 colaboradores.

Ainda segundo Swazer, as promoções tornaram-se, indiretamente, molas propulsoras para que ele tivesse cada vez mais motivação e energia para exercer suas atividades e se destacar na empresa. Hoje, o jovem líder incentiva os funcionários com idades entre 18 e 22 anos e busca motivá-los para que também venham a assumir posições de destaque.

Fique sempre por dentro das nossas novidades, acesse nossas mídias sociais e nosso portal de notícias:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebookhttps://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Categorias
Tendências

O novo consumidor desafia as estratégias de marketing

Durante a NRF 2019 um dos temas mais discutidos no evento foi a nova jornada do consumidor. Hoje em dia existem dois universos de canais na jornada: o Off-line com TVs, Jornais impressos, Folhetos, Outdoors, Busdoors, Rádios e Pontos de Venda; e o universo On-line, onde há sites de vendas, serviços de comparação de preços, portais, blogs, fóruns de discussão, vídeos e redes sociais. Entenda um pouco sobre esse movimento que vem desafiando o marketing:

Anteriormente estes canais eram completamente separados, não havia interferência ou influência entre eles. O consumidor estava em um ou em outro canal.

Inegavelmente isto mudou após a junção do computador, SMS, GPS, câmera filmadora e internet dentro do celular. De repente, tudo mudou! Tudo se conectou e vai se conectar mais ainda daqui a pouco.

Entenda como isso aconteceu e os impactos que isto causará no futuro do varejo:

Veja também: Bom início de ano eleva expectativa sobre os melhores investimentos de 2019

Off e Online se misturam

matrix consumidor universo online e offline
No filme Matrix, Morpheu fala sobre a junção do off e do online e Neo deve escolher se participará disso ou não. Trata-se do conceito de Cibercultura do autor Pierre Lévy.

Conforme o consumidor esteja sempre On-line, os dois universos e canais não são mais isolados. Na verdade, agora eles se complementam e interagem entre si.

O consumidor que está sentado no sofá, assistindo ao seu programa de TV preferido, também tem o celular ao lado, a segunda tela, para consultar a internet quando quiser.

Pesquisar informações, fazer um comentário nas redes sociais e até encomendar um produto ou contratar um serviço anunciado na TV está na palma da mão.

O que muda na nova jornada do consumidor

man_shopping_in_store_iwth_phone_1180x775.jpg__1180x775_q85_crop_subsampling-2_upscale consumidor
Reprodução: Salmon

A nova jornada deste comprador sempre conectado pode começar através de um anúncio na TV ou em um post sobre o produto em sua rede social. Então, o consumidor verifica o preço do produto na loja On-line e finaliza a compra na loja física.

Isto tem atraido a atenção de lojas de ponta norte-americanas, atentas a tecnologias que atraiam clientes, como a VR (Realidade Virtual) — como visto no Portal Alshop.

Todos os caminhos levam à compra

mulher-com-sacos-de-compras-segurando-smartphone_23-2147652180 consumidor
Reprodução: Pxhere

Não existe mais apenas um caminho para a jornada do consumidor. O comprador também pode receber um e-mail sobre o produto, experimentá-lo na loja física e, dentro da própria loja física, acessar a internet mais uma vez através do seu smartphone, entrar em um site de comparação de preços e finalizar a compra em um e-commerce com a melhor oferta. Este comportamento é chamado de showrooming.

Cada canal tem seus benefícios próprios. Existem inúmeras possibilidades de jornadas que o consumidor pode fazer. A responsabilidade e o desafio das empresas e lojistas é estar presente em todos os canais On-line e Off-line e oferecer a melhor experiência para o consumidor em todos eles.

O foco agora é na “experiência do cliente” e em sua jornada

holiday-shopping-1921658_960_720 consumidor
Reprodução: Pxhere

Certamente o método AIDA (Atenção, Interesse, Desejo e Ação), controle e gerenciamento do funil de vendas, nunca foi tão necessário nas estratégias das companhias em um mercado cada vez mais competitivo, complexo e multimídia.

Assim, na disputa pelo cliente, ganha quem conseguir se comunicar melhor com seu prospect em todas as fases do funil de vendas, durante toda a jornada do consumidor. Sobretudo, quem conseguir entregar a melhor experiência antes, durante e no pós-venda terá a oportunidade dos sonhos de qualquer empresa: conquistar o coração do cliente.

Em suma

painel NRF 2019 consumidor
Reprodução: NRF

Inegavelmente as empresas tem de se adaptar a nova realidade. Não existe uma coisa OU outra e sim uma coisa e outra. O produto que sua empresa vende precisa ter informações On-line e Off-line.

Portanto, as corporações precisam entender melhor o momento de compra do consumidor. Existe até um novo campo de conhecimento surgindo chamado de Marketing de Momento, mas isto é papo para outra hora.

Tudo isto foi apresentado durante a NRF 2019 e precisa entrar na cabeça das empresas, varejistas e brasileiros.

Fique sempre por dentro das nossas novidades, acesse nossas mídias sociais e nosso portal de notícias:

Portal de Notícias: https://goo.gl/xaKMbH

Facebook: https://goo.gl/eMwd8r

Linkedin: https://goo.gl/XSHcHg

YouTube: https://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Via Administradores

Categorias
Tendências

Varejo 2019: especialistas fazem previsões sobre o ano do setor

Sem dúvida o que mais intriga os lojistas de shopping e varejistas para este ano são as previsões para a economia brasileira e seus principais setores. Pensando nisso, a Alshop coletou informações levantadas primeiramente pelo Estadão com alguns especialistas do mercado e te mostra as principais tendências para o varejo 2019. Confira:

Em primeiro lugar os analistas apontam que o crescimento econômico será o principal impulsionador dos resultados do segmento, e, consequentemente dos papéis da bolsa. Sendo assim, podemos esperar por um bom momento do varejo 2019.

Também a adoção de novas estratégias de vendas, especialmente por meio de plataformas digitais, também deve gerar retornos aos varejistas. Confira as previsões para o mercado em 2019:

Ricardo Peretti – Estrategista de pessoa física da Santander Corretora
ricardo peretti santander corretora varejo 2019
Reprodução: YouTube

O ambiente macroeconômico deverá estar mais propício ao consumo em 2019.

“Projetamos alta de 3% para o consumo das famílias neste ano, após um 2018 com greve dos caminhoneiros no primeiro semestre e incerteza eleitoral no segundo semestre”. O Santander aponta Lojas Renner, Pão de Açúcar e CVC como as melhores opções dentro do segmento.

Betina Roxo – Analista de consumo, alimentos e bebidas da XP Investimentos
Betina Roxo XP
Reprodução: Linkedin

Ela ressalta que as vendas no varejo crescem entre 1,5 e 2 vezes o ritmo do PIB, até mais em períodos de recuperação mais forte, e que este ano deve ser muito positivo para o segmento.

“Preferimos B2W, Lojas Americanas e Via Varejo no setor”, diz. “As empresas do setor trabalham firme na implantação de plataformas digitais que permitem melhorar toda a cadeia de processos, com agilidade e menores custos.”

Mario Mariante – Analista da Planner
Mario Roberto Mariante varejo 2019
Reprodução: YouTube

De acordo com Mariante, o destaque vai para o Magazine Luiza, liderando o processo e capturando benefícios.

“Além de Magazine Luiza, Arezzo, Lojas Renner e Lojas Americanas tem potencial para se destacarem no setor”.

Sandra Peres – Analista da Coinvalores
Sandra Peres varejo 2019
Reprodução: YouTube

Peres menciona o maior poder de compra do consumidor por conta da menor inflação, além das expectativas de melhora no mercado de trabalho.

“Ao meu ver, os destaques devem ser Lojas Renner, Magazine Luiza, Natura e Pão de Açúcar. As expectativas de melhora no mercado de trabalho colaborarão muito para este cenário do varejo 2019”, sentencia.

Equipe da Nova Futura
Nova Futura investimentos varejo 2019
Reprodução: Nova Futura

A equipe da Nova Futura também tem perspectiva otimista.

“Além da melhora no crédito, a valorização do real ante o dólar deve impactar positivamente os segmentos com alto coeficiente de importação”, dizem os analistas.

O varejo

shopping previsões varejo 2019
Reprodução: Pixabay

Entre as carteiras recomendadas para a próxima semana, o setor de varejo também está bem presente.

Na Guide Investimentos, a única alteração na carteira é a saída de Lojas Renner ON e a entrada de Pão de Açúcar PN. Segundo os analistas, o Grupo Pão de Açúcar tem mostrado sinais de recuperação mais acelerada, apoiado pelo forte desempenho da rede Assaí.

A Mirae incluiu Lojas Americanas ON e B3 ON, com a saída de Banco do Brasil ON e BRF ON. No caso da Lojas Americanas, a corretora cita a expectativa de recuperação da economia local em 2019, além dos resultados positivos do terceiro trimestre de 2018.

No que diz respeito à B3, a Mirae menciona a prévia operacional do mês de dezembro, com crescimento de 50,3% no volume médio diário no segmento Bovespa.

“A expectativa para 2019 é positiva, pois devemos verificar aumento de volume nos negócios da B3”, diz a Mirae.

A Modalmais promoveu três alterações na carteira, com as entradas de Vale ON, B3 ON e Embraer ON, e as saídas de Ultrapar ON, Kroton ON e Localiza ON. A Nova Futura trocou quase toda a carteira. Ambev ON é a única que não foi trocada. Saíram Cosan ON, Estácio ON, JBS ON e AES Tietê Unit. Entraram Copel PNB, Weg ON, Vale ON e Hypera ON.

Mercado otimista com varejo 2019

Embed from Getty Images

Mesmo após acumular ganhos de 1,98% na segunda semana do ano, o otimismo segue conduzindo as apostas para os próximos cinco pregões do Ibovespa. É o que mostra o Termômetro Broadcast Bolsa, onde a parcela de profissionais do mercado financeiro que esera alta chegou a 73,08% frente aos 54,84% coletados no fim do mês passado.

Igualmente, o porcentual dos que esperam por uma baixa chegou ao menor nível em oito medições: 7,69% ante 12,90% registrados no último questionário referente à expectativa para as sessões de negócios entre os dias 26 e 28 de dezembro.

Recentemente o IBGE divulgou dados de novembro sobre o varejo e sobre serviços e o Banco Central revela o IBC-Br, considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), também relativo ao décimo primeiro mês de 2018. No exterior, tem início a temporada de balanços, com principais bancos dos Estados Unidos, como Goldman Sachs e J.P.Morgan, divulgando resultados. Agentes avaliam ainda os dados da balança comercial da China em meio à falta de definições mais concretas em torno das negociações comerciais sino-americanas.

No entanto, analistas do Bradesco, em relatório, dizem que a manutenção do tom gradualista da política monetária pelo Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) pode ser positivo.

“Ajustamos, inclusive, nossa expectativa de elevações do Fed Funds, de duas para uma”, disseram.

Veja também: Alshop faz balanço sobre desempenho do varejo em shoppings em 2018

E aí, o que você achou das previsões para o mercado e o varejo 2019? Diga pra gente nos comentários abaixo!

Via Estadão.

Fique sempre por dentro das nossas novidades, acesse nossas mídias sociais:

Facebook: https://bit.ly/2CxJZeb
Linkedin: https://bit.ly/2AL0JhS
YouTube: https://bit.ly/2SXJwsG
Instagram: https://bit.ly/2SXJuRA