Categorias
Dicas Economia Notícias Tendências

Pesquisa ALSHOP diz que 52% dos brasileiros planejam comprar na Black Friday 2020

Pouco mais da metade dos brasileiros pretende comprar algum item na Black Friday, uma das principais datas do varejo brasileiro depois do Natal. Pesquisa realizada pela ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) com 2.100 consumidores, entre os dias 2 e 6 de novembro, indica que 52% das pessoas pretende comprar algum item em 27 de novembro, data marcada para a Black Friday em 2020.

Segundo a pesquisa, entre os fatores que prejudicam a decisão de compra está a perda de renda ocasionada pela pandemia do novo coronavírus. Outros itens como a preocupação com o desemprego e a alta do dólar que encareceu muitos produtos também foram citados.

“O resultado da pesquisa mostra que mesmo com toda a crise financeira que vivemos e o cenário de lojas de shoppings fechadas durante vários meses e depois operando com restrições, a retomada econômica tem surpreendido analistas em vários setores, o que é positivo. Teremos um ano com queda mas ela será menor do que prevíamos”, diz Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

O que motivará o consumo na Black Friday

A pesquisa mostra que entre o público que pretende consumir na Black Friday, 20% irá aproveitar as boas ofertas, e 32% alegam que não tiveram dinheiro para comprar antes, 48% não vão consumir.

Na próxima semana a ALSHOP divulgará a segunda parte da pesquisa com os itens que mais devem se destacar na Black Friday. “Esta data cresceu muito também no varejo de shopping que tem seguido todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades com muito sucesso. Entendemos que alguns setores foram mais prejudicados pela pandemia enquanto outros cresceram muito e a Black Friday é mais um alento para o setor que está funcionando há um mês sem restrição de horário”, finaliza Sahyoun.

Categorias
Dicas Economia Notícias Tendências

Expectativas para inflação e taxa de câmbio foram revisadas para cima na última semana

Segundo o relatório Focus, divulgado há pouco pelo Banco Central, o mercado espera contração de 5,03% do PIB deste ano (ante 5,02% na leitura anterior) e crescimento de 3,5% no próximo ano. Em relação ao IPCA, a mediana das projeções para 2020 subiu de 2,12% para 2,47%, enquanto que para 2021, passou de 3,00% para 3,02%. Para a taxa de câmbio, a mediana das expectativas para o final deste ano subiu de R$/US$ 5,25 para R$/US$ 5,30 e, para o ano que vem, de R$/US$ 5,00 para R$/US$ 5,10. Por fim, a mediana das
projeções para a taxa Selic permaneceu em 2,0% para o final de 2020 e, para o final de 2021, foi mantida em 2,5%.

fonte:Bradesco DEPEC

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO TEM CRESCIMENTO HISTÓRICO EM AGOSTO

A confiança do empresário do comércio atingiu 78,2 pontos, alta de 11,5% em relação a julho, a segunda taxa mensal positiva consecutiva e a maior da série histórica. O resultado foi motivado por avanços nos três subíndices do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), com destaque para o de expectativas para o curto prazo, cujo aumento de 17,8% indica que os comerciantes estão otimistas para os próximos meses.

 

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 78,2 pontos em agosto, com crescimento de 11,5% em relação a julho. Embora o índice permaneça na zona pessimista, abaixo dos 100 pontos do corte de indiferença, o crescimento mensal foi o maior observado na série histórica do Icec, iniciada em abril de 2011. Na comparação interanual, a queda da confiança foi de -32%.

 

Fonte: CNC

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

Trajetória positiva das vendas aponta recuperação do consumo

A trajetória positiva das vendas do varejo aponta para recuperação do
consumo das famílias. As vendas do comércio varejista cresceram 5,2% na passagem de junho para julho, segundo dados divulgados ontem pelo IBGE. O resultado, que ficou bem acima do esperado, refletiu a melhora em quase todos os segmentos da pesquisa. Com isso, o nível das vendas do varejo está 5,3% acima do verificado no período anterior ao início da pandemia. O maior grau de flexibilização das quarentenas, o auxílio emergencial e a substituição de parte do consumo de serviços por bens explicam a forte retomada do comércio. Indicadores correntes, como o Índice Cielo de Varejo Ampliado, apontam para nova alta em agosto e nos primeiros dias de setembro.

Fonte: Bradesco DEPEC

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias

Semana do Brasil será positiva para a recuperação, avalia ALSHOP

Depois de apoiar o setor varejista em uma das maiores crises do país e intermediar a abertura de comércios e shoppings em todo o território nacional, a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) mais uma vez será uma das apoiadoras e participantes da Semana do Brasil, que será realizada entre os dias 3 e 13 de setembro. Com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”, a iniciativa criada pelo poder público em 2019 com objetivo de aquecer o comércio em um mês oportuno como setembro e, neste ano de 2020, a campanha comemora a retomada do comércio junto da economia e trabalho com segurança.

Somente no ano passado, a Semana do Brasil movimentou o comércio de rua, os e-commerces e shoppings com promoções atrativas e excelentes condições de pagamento, assim levando o comércio nacional a crescer 11,3%, em comparação com o mesmo período de 2018, segundo dados da Cielo.

Neste ano, será uma data estratégica para que os varejistas possam voltar a faturar e automaticamente gerar mais empregos, melhorando a economia. A participação para a Semana do Brasil é gratuita, para fazer parte dessa ação os lojistas precisam acessar o site oficial ( www.participesemanabrasil.com.br ) e realizar o cadastro.

Este ano, os empresários que aderirem ao movimento poderão utilizar gratuitamente o material gráfico disponibilizado pela organização para divulgarem suas promoções em seus meios de comunicação físicos ou digitais.

“Depois de muito trabalho entre a ALSHOP e o poder público, hoje comemoramos a reabertura de todos os shoppings do país, mesmo com restrições. Esse momento de retomada entrará para a história do nosso país. Várias cidades estão comemorando novos postos de trabalho que estão sendo abertos no varejo, sem deixar de lado os protocolos de higiene e segurança que estão protegendo a saúde e a vida de muita gente, portanto, a nossa expectativa é que a Semana do Brasil tenha uma performance ainda maior do que a primeira edição.”, afirma Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

Instituto Unidos pelo Brasil

Paralelamente a Semana do Brasil, outro movimento que ganhou força nos últimos meses foi o Instituto Unidos pelo Brasil. Liderado por Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP, com outras 30 entidades, tem o objetivo de impulsionar a retomada da economia, mostrando para o consumidor confiança, respeito à saúde e bem-estar da população.

Sem nenhuma ligação com partidos políticos, o movimento conta com apoiadores de diversas áreas do varejo nacional e outros setores como tecnologia, agricultura, indústrias etc, que querem juntos recuperar a confiança dos consumidores e fazê-los voltar a consumir.

“Nossa ideia é chamar a atenção de todo o povo brasileiro. Criamos perfis nas mídias sociais, vamos contar a história de empreendedores que sofreram com a crise, pessoas que foram demitidas, mas mostraremos que juntos, vamos vencer mais uma crise e sabemos que em breve, o país todo vai comemorar as novas oportunidades que serão criadas”, finaliza Nabil Sahyoun.

 

Acesse: www.institutounidospelobrasil.com.br

 

 

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

ALSHOP apoia a Semana do Brasil e vê esperança de um início de recuperação do varejo

Depois de apoiar o setor varejista em uma das maiores crises do país e intermediar a abertura de comércios e shoppings em todo o território nacional, a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) mais uma vez será uma das apoiadoras e participantes da Semana do Brasil, que será realizada entre os dias 3 e 13 de setembro. Com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”, a iniciativa criada pelo poder público em 2019 com objetivo de aquecer o comércio em um mês oportuno como setembro e, neste ano de 2020, a campanha comemora a retomada do comércio junto da economia e trabalho com segurança.

 

Somente no ano passado, a Semana do Brasil movimentou o comércio de rua, os e-commerces e shoppings com promoções atrativas e excelentes condições de pagamento, assim levando o comércio nacional a crescer 11,3%, em comparação com o mesmo período de 2018, segundo dados da Cielo.

 

Neste ano, será uma data estratégica para que os varejistas possam voltar a faturar e automaticamente gerar mais empregos, melhorando a economia. A participação para a Semana do Brasil é gratuita, para fazer parte dessa ação os lojistas precisam acessar o site oficial (www.participesemanabrasil.com.br) e realizar o cadastro.

 

Este ano, os empresários que aderirem ao movimento poderão utilizar gratuitamente o material gráfico disponibilizado pela organização para divulgarem suas promoções em seus meios de comunicação físicos ou digitais.

 

“Depois de muito trabalho entre a ALSHOP e o poder público, hoje comemoramos a reabertura de todos os shoppings do país, mesmo com restrições. Esse momento de retomada entrará para a história do nosso país. Várias cidades estão comemorando novos postos de trabalho que estão sendo abertos no varejo, sem deixar de lado os protocolos de higiene e segurança que estão protegendo a saúde e a vida de muita gente, portanto, a nossa expectativa é que a Semana do Brasil tenha uma performance ainda maior do que a primeira edição”, afirma Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

 

Instituto Unidos pelo Brasil

 

Paralelamente a Semana do Brasil, outro movimento que ganhou força nos últimos meses foi o Instituto Unidos pelo Brasil. Liderado por Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP, com outras 30 entidades, tem o objetivo de impulsionar a retomada da economia, mostrando para o consumidor confiança, respeito à saúde e bem-estar da população.

 

Sem nenhuma ligação com partidos políticos, o movimento conta com apoiadores de diversas áreas do varejo nacional e outros setores como tecnologia, agricultura, indústrias etc, que querem juntos recuperar a confiança dos consumidores e fazê-los voltar a consumir.

 

“Nossa ideia é chamar a atenção de todo o povo brasileiro. Criamos perfis nas mídias sociais, vamos contar a história de empreendedores que sofreram com a crise, pessoas que foram demitidas, mas mostraremos que juntos, vamos vencer mais uma crise e sabemos que em breve, o país todo vai comemorar as novas oportunidades que serão criadas”, finaliza Nabil Sahyoun.

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

Semana Brasil disponibiliza material promocional gratuito para a campanha

segunda edição da Semana Brasil acontecerá entre os dias 3 e 13 de setembro de 2020. Com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”, a ação une poder público e a iniciativa privada em uma campanha para aquecer o comércio em setembro, um dos meses em que, tradicionalmente, o consumo em vários segmentos tende a ser menor.

Este ano, os empresários que aderirem ao movimento poderão utilizar gratuitamente o material gráfico disponibilizado pela organização para divulgarem suas promoções em seus meios de comunicação físicos ou digitais. Para ter acesso aos arquivos, basta acessar a página oficial da Semana Brasil (www.participesemanabrasil.com.br) e escolher a campanha que deseja utilizar.

Após o download das peças, basta que a empresa insira sua marca no material para fazer sua divulgação.

A Semana Brasil faz referência à data da Independência, comemorada no dia 7 de setembro, e, este ano, em meio à pandemia da Covid-19, a iniciativa tem como objetivo celebrar a retomada do comércio, dos empregos e da economia, com segurança. Os pilares da ação são a colaboração, o otimismo e a oportunidade. No ano passado, segundo levantamento da Cielo, a Semana Brasil promoveu um aumento de 22,3% no varejo e um crescimento de 32,5% no e-commerce.

Categorias
Acontece Dicas Notícias Tendências

Online e gratuito, Congresso Abrasel discute a retomada do food service no país

Melhor encontro de conhecimento do setor de alimentação fora do lar no país, o Congresso Nacional Abrasel ocorrerá de forma totalmente online e gratuita. Com o tema: Retomada, o futuro da alimentação fora do lar, o evento irá reunir virtualmente em sua 32ª edição, entre os dias 26 e 28 de agosto, os principais líderes empresariais e da gastronomia para discutir os desafios e apresentar propostas para ganho de produtividade em bares, restaurantes e afins e levar informação e conhecimento para todos que se interessem. Acesse congressoabrasel.com.br e faça já gratuitamente a sua inscrição.

Junto à programação técnica, com painéis e palestras, os participantes poderão desfrutar da feira virtual, com a presença dos principais parceiros da entidade. E, em paralelo, é realizado o Mesa ao Vivo Brasília, pelo 9º ano consecutivo. Mais produtividade e rendimento para quem trabalha no setor.

Segundo o presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci, o formato digital do Congresso Abrasel traz ganhos disruptivos. “Sabíamos que o momento de transformar o evento físico em digital chegaria, mas não de forma tão abrupta. Tivemos que pensar e estruturar uma forma segura de produzir o Congresso e ajudar da melhor maneira na retomada do setor”, explica. “É uma grande possiblidade de expansão do evento como um todo. Podemos ter palestrantes de qualquer parte do mundo e de forma gratuita”, complementa.

Time de peso

A programação de palestras e painéis terá três eixos de conteúdo:

Eixo 1 – Factual, com temas como marco regulatório, tributário, trabalhista, financiamento e crédito; Eixo 2 – Brasil Novo, com pautas transformadoras – Meios de pagamentos, vendas e pagamentos digitais, privacidade de dados e fake news, economia circular; urbanismo; contexto Brasil e mundo; Eixo 3 – Gestão e consumidor, com temas de empreendedorismo, novos modelos de negócio; digitalização de negócios e processos; delivery e take away; gestão de pessoas, comportamento e relacionamento com o consumidor.

Grandes líderes empresariais estarão a um clique de distância dos participantes do evento. Entre os nomes confirmados, estão: Jean Jereissati, CEO da Ambev; Olivier Anquier, chef do L’Entrecôte d’Olivier, apresentador e empreendedor; Paulo Camargo, presidente do MC Donald’s Brasil; Gilberto Tomazoni, presidente da JBS; Diego Barreto, CFO e VP de Estratégia do iFood; Tom Leite, CEO do Grupo Trigo (Spoleto, LeBonton, Koni e Gurumê); Alexandre Barreto, presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE; Isaac Azac, sócio-fundador da rede de restaurantes Paris 6; Janaína Rueda, chef e proprietária do Bar da Dona Onça (SP); Andressa Cabral, chef e proprietária do Meza Bar (RJ); Roberto Guido, CEO da Z-tech Brasil; Carlos Eduardo Brandt e Breno Lobo, respectivamente chefe adjunto e chefe de subunidade do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central do Brasil; Simone Galante, fundadora e CEO da Galunion.

Inovação na feira virtual

Também em novo formato, a feira que acontece durante o Congresso Nacional Abrasel será totalmente de forma online. A experiência, tanto para o usuário quanto para o visitante, possibilitará novos modelos de interação comercial, conforme explica o diretor de Relações Governamentais e Projetos Especiais da Abrasel, Jaime Recena. “O expositor vai poder contar com aparatos tecnológicos, como lives, vídeos, materiais para download e chat de atendimento para poder expor seu produto e atender os visitantes da melhor forma. Ao mesmo tempo que o visitante terá acesso ao Fórum, ele também terá à Feira”, completa Jaime.

 

Serviço:
32º Congresso Nacional Abrasel | Mesa ao Vivo Brasília
Dias 26, 27 e 28 de agosto
Mais informações: www.congressoabrasel.com.br

O 32º Congresso Nacional Abrasel é uma realização da Abrasel e Mundo Mesa, tem apoio da Fispal Food Service e da Unecs, e conta com os patrocínios de Alelo, Ambev, Coca-Cola, Ecolab, Grupo Petrópolis, Ticket, Souza Cruz, Stone e Sodexo.

Categorias
Acontece Dicas Notícias

WEBINAR – Oportunidades e retomada do varejo em Shopping Centers

CLIQUE PARA ASSISTIR