Categorias
Dicas Economia Notícias Tendências

Expectativas para inflação e taxa de câmbio foram revisadas para cima na última semana

Segundo o relatório Focus, divulgado há pouco pelo Banco Central, o mercado espera contração de 5,03% do PIB deste ano (ante 5,02% na leitura anterior) e crescimento de 3,5% no próximo ano. Em relação ao IPCA, a mediana das projeções para 2020 subiu de 2,12% para 2,47%, enquanto que para 2021, passou de 3,00% para 3,02%. Para a taxa de câmbio, a mediana das expectativas para o final deste ano subiu de R$/US$ 5,25 para R$/US$ 5,30 e, para o ano que vem, de R$/US$ 5,00 para R$/US$ 5,10. Por fim, a mediana das
projeções para a taxa Selic permaneceu em 2,0% para o final de 2020 e, para o final de 2021, foi mantida em 2,5%.

fonte:Bradesco DEPEC

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

CONFIANÇA DO EMPRESÁRIO DO COMÉRCIO TEM CRESCIMENTO HISTÓRICO EM AGOSTO

A confiança do empresário do comércio atingiu 78,2 pontos, alta de 11,5% em relação a julho, a segunda taxa mensal positiva consecutiva e a maior da série histórica. O resultado foi motivado por avanços nos três subíndices do Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), com destaque para o de expectativas para o curto prazo, cujo aumento de 17,8% indica que os comerciantes estão otimistas para os próximos meses.

 

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), apurado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), alcançou 78,2 pontos em agosto, com crescimento de 11,5% em relação a julho. Embora o índice permaneça na zona pessimista, abaixo dos 100 pontos do corte de indiferença, o crescimento mensal foi o maior observado na série histórica do Icec, iniciada em abril de 2011. Na comparação interanual, a queda da confiança foi de -32%.

 

Fonte: CNC

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

Trajetória positiva das vendas aponta recuperação do consumo

A trajetória positiva das vendas do varejo aponta para recuperação do
consumo das famílias. As vendas do comércio varejista cresceram 5,2% na passagem de junho para julho, segundo dados divulgados ontem pelo IBGE. O resultado, que ficou bem acima do esperado, refletiu a melhora em quase todos os segmentos da pesquisa. Com isso, o nível das vendas do varejo está 5,3% acima do verificado no período anterior ao início da pandemia. O maior grau de flexibilização das quarentenas, o auxílio emergencial e a substituição de parte do consumo de serviços por bens explicam a forte retomada do comércio. Indicadores correntes, como o Índice Cielo de Varejo Ampliado, apontam para nova alta em agosto e nos primeiros dias de setembro.

Fonte: Bradesco DEPEC

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias

Semana do Brasil será positiva para a recuperação, avalia ALSHOP

Depois de apoiar o setor varejista em uma das maiores crises do país e intermediar a abertura de comércios e shoppings em todo o território nacional, a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) mais uma vez será uma das apoiadoras e participantes da Semana do Brasil, que será realizada entre os dias 3 e 13 de setembro. Com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”, a iniciativa criada pelo poder público em 2019 com objetivo de aquecer o comércio em um mês oportuno como setembro e, neste ano de 2020, a campanha comemora a retomada do comércio junto da economia e trabalho com segurança.

Somente no ano passado, a Semana do Brasil movimentou o comércio de rua, os e-commerces e shoppings com promoções atrativas e excelentes condições de pagamento, assim levando o comércio nacional a crescer 11,3%, em comparação com o mesmo período de 2018, segundo dados da Cielo.

Neste ano, será uma data estratégica para que os varejistas possam voltar a faturar e automaticamente gerar mais empregos, melhorando a economia. A participação para a Semana do Brasil é gratuita, para fazer parte dessa ação os lojistas precisam acessar o site oficial ( www.participesemanabrasil.com.br ) e realizar o cadastro.

Este ano, os empresários que aderirem ao movimento poderão utilizar gratuitamente o material gráfico disponibilizado pela organização para divulgarem suas promoções em seus meios de comunicação físicos ou digitais.

“Depois de muito trabalho entre a ALSHOP e o poder público, hoje comemoramos a reabertura de todos os shoppings do país, mesmo com restrições. Esse momento de retomada entrará para a história do nosso país. Várias cidades estão comemorando novos postos de trabalho que estão sendo abertos no varejo, sem deixar de lado os protocolos de higiene e segurança que estão protegendo a saúde e a vida de muita gente, portanto, a nossa expectativa é que a Semana do Brasil tenha uma performance ainda maior do que a primeira edição.”, afirma Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

Instituto Unidos pelo Brasil

Paralelamente a Semana do Brasil, outro movimento que ganhou força nos últimos meses foi o Instituto Unidos pelo Brasil. Liderado por Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP, com outras 30 entidades, tem o objetivo de impulsionar a retomada da economia, mostrando para o consumidor confiança, respeito à saúde e bem-estar da população.

Sem nenhuma ligação com partidos políticos, o movimento conta com apoiadores de diversas áreas do varejo nacional e outros setores como tecnologia, agricultura, indústrias etc, que querem juntos recuperar a confiança dos consumidores e fazê-los voltar a consumir.

“Nossa ideia é chamar a atenção de todo o povo brasileiro. Criamos perfis nas mídias sociais, vamos contar a história de empreendedores que sofreram com a crise, pessoas que foram demitidas, mas mostraremos que juntos, vamos vencer mais uma crise e sabemos que em breve, o país todo vai comemorar as novas oportunidades que serão criadas”, finaliza Nabil Sahyoun.

 

Acesse: www.institutounidospelobrasil.com.br

 

 

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

ALSHOP apoia a Semana do Brasil e vê esperança de um início de recuperação do varejo

Depois de apoiar o setor varejista em uma das maiores crises do país e intermediar a abertura de comércios e shoppings em todo o território nacional, a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) mais uma vez será uma das apoiadoras e participantes da Semana do Brasil, que será realizada entre os dias 3 e 13 de setembro. Com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”, a iniciativa criada pelo poder público em 2019 com objetivo de aquecer o comércio em um mês oportuno como setembro e, neste ano de 2020, a campanha comemora a retomada do comércio junto da economia e trabalho com segurança.

 

Somente no ano passado, a Semana do Brasil movimentou o comércio de rua, os e-commerces e shoppings com promoções atrativas e excelentes condições de pagamento, assim levando o comércio nacional a crescer 11,3%, em comparação com o mesmo período de 2018, segundo dados da Cielo.

 

Neste ano, será uma data estratégica para que os varejistas possam voltar a faturar e automaticamente gerar mais empregos, melhorando a economia. A participação para a Semana do Brasil é gratuita, para fazer parte dessa ação os lojistas precisam acessar o site oficial (www.participesemanabrasil.com.br) e realizar o cadastro.

 

Este ano, os empresários que aderirem ao movimento poderão utilizar gratuitamente o material gráfico disponibilizado pela organização para divulgarem suas promoções em seus meios de comunicação físicos ou digitais.

 

“Depois de muito trabalho entre a ALSHOP e o poder público, hoje comemoramos a reabertura de todos os shoppings do país, mesmo com restrições. Esse momento de retomada entrará para a história do nosso país. Várias cidades estão comemorando novos postos de trabalho que estão sendo abertos no varejo, sem deixar de lado os protocolos de higiene e segurança que estão protegendo a saúde e a vida de muita gente, portanto, a nossa expectativa é que a Semana do Brasil tenha uma performance ainda maior do que a primeira edição”, afirma Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

 

Instituto Unidos pelo Brasil

 

Paralelamente a Semana do Brasil, outro movimento que ganhou força nos últimos meses foi o Instituto Unidos pelo Brasil. Liderado por Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP, com outras 30 entidades, tem o objetivo de impulsionar a retomada da economia, mostrando para o consumidor confiança, respeito à saúde e bem-estar da população.

 

Sem nenhuma ligação com partidos políticos, o movimento conta com apoiadores de diversas áreas do varejo nacional e outros setores como tecnologia, agricultura, indústrias etc, que querem juntos recuperar a confiança dos consumidores e fazê-los voltar a consumir.

 

“Nossa ideia é chamar a atenção de todo o povo brasileiro. Criamos perfis nas mídias sociais, vamos contar a história de empreendedores que sofreram com a crise, pessoas que foram demitidas, mas mostraremos que juntos, vamos vencer mais uma crise e sabemos que em breve, o país todo vai comemorar as novas oportunidades que serão criadas”, finaliza Nabil Sahyoun.

Categorias
Acontece Dicas Economia Notícias Tendências

Semana Brasil disponibiliza material promocional gratuito para a campanha

segunda edição da Semana Brasil acontecerá entre os dias 3 e 13 de setembro de 2020. Com o slogan “Todos juntos com segurança pela retomada e o emprego”, a ação une poder público e a iniciativa privada em uma campanha para aquecer o comércio em setembro, um dos meses em que, tradicionalmente, o consumo em vários segmentos tende a ser menor.

Este ano, os empresários que aderirem ao movimento poderão utilizar gratuitamente o material gráfico disponibilizado pela organização para divulgarem suas promoções em seus meios de comunicação físicos ou digitais. Para ter acesso aos arquivos, basta acessar a página oficial da Semana Brasil (www.participesemanabrasil.com.br) e escolher a campanha que deseja utilizar.

Após o download das peças, basta que a empresa insira sua marca no material para fazer sua divulgação.

A Semana Brasil faz referência à data da Independência, comemorada no dia 7 de setembro, e, este ano, em meio à pandemia da Covid-19, a iniciativa tem como objetivo celebrar a retomada do comércio, dos empregos e da economia, com segurança. Os pilares da ação são a colaboração, o otimismo e a oportunidade. No ano passado, segundo levantamento da Cielo, a Semana Brasil promoveu um aumento de 22,3% no varejo e um crescimento de 32,5% no e-commerce.

Categorias
Acontece Dicas Notícias Tendências

Online e gratuito, Congresso Abrasel discute a retomada do food service no país

Melhor encontro de conhecimento do setor de alimentação fora do lar no país, o Congresso Nacional Abrasel ocorrerá de forma totalmente online e gratuita. Com o tema: Retomada, o futuro da alimentação fora do lar, o evento irá reunir virtualmente em sua 32ª edição, entre os dias 26 e 28 de agosto, os principais líderes empresariais e da gastronomia para discutir os desafios e apresentar propostas para ganho de produtividade em bares, restaurantes e afins e levar informação e conhecimento para todos que se interessem. Acesse congressoabrasel.com.br e faça já gratuitamente a sua inscrição.

Junto à programação técnica, com painéis e palestras, os participantes poderão desfrutar da feira virtual, com a presença dos principais parceiros da entidade. E, em paralelo, é realizado o Mesa ao Vivo Brasília, pelo 9º ano consecutivo. Mais produtividade e rendimento para quem trabalha no setor.

Segundo o presidente-executivo da Abrasel, Paulo Solmucci, o formato digital do Congresso Abrasel traz ganhos disruptivos. “Sabíamos que o momento de transformar o evento físico em digital chegaria, mas não de forma tão abrupta. Tivemos que pensar e estruturar uma forma segura de produzir o Congresso e ajudar da melhor maneira na retomada do setor”, explica. “É uma grande possiblidade de expansão do evento como um todo. Podemos ter palestrantes de qualquer parte do mundo e de forma gratuita”, complementa.

Time de peso

A programação de palestras e painéis terá três eixos de conteúdo:

Eixo 1 – Factual, com temas como marco regulatório, tributário, trabalhista, financiamento e crédito; Eixo 2 – Brasil Novo, com pautas transformadoras – Meios de pagamentos, vendas e pagamentos digitais, privacidade de dados e fake news, economia circular; urbanismo; contexto Brasil e mundo; Eixo 3 – Gestão e consumidor, com temas de empreendedorismo, novos modelos de negócio; digitalização de negócios e processos; delivery e take away; gestão de pessoas, comportamento e relacionamento com o consumidor.

Grandes líderes empresariais estarão a um clique de distância dos participantes do evento. Entre os nomes confirmados, estão: Jean Jereissati, CEO da Ambev; Olivier Anquier, chef do L’Entrecôte d’Olivier, apresentador e empreendedor; Paulo Camargo, presidente do MC Donald’s Brasil; Gilberto Tomazoni, presidente da JBS; Diego Barreto, CFO e VP de Estratégia do iFood; Tom Leite, CEO do Grupo Trigo (Spoleto, LeBonton, Koni e Gurumê); Alexandre Barreto, presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE; Isaac Azac, sócio-fundador da rede de restaurantes Paris 6; Janaína Rueda, chef e proprietária do Bar da Dona Onça (SP); Andressa Cabral, chef e proprietária do Meza Bar (RJ); Roberto Guido, CEO da Z-tech Brasil; Carlos Eduardo Brandt e Breno Lobo, respectivamente chefe adjunto e chefe de subunidade do Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do Banco Central do Brasil; Simone Galante, fundadora e CEO da Galunion.

Inovação na feira virtual

Também em novo formato, a feira que acontece durante o Congresso Nacional Abrasel será totalmente de forma online. A experiência, tanto para o usuário quanto para o visitante, possibilitará novos modelos de interação comercial, conforme explica o diretor de Relações Governamentais e Projetos Especiais da Abrasel, Jaime Recena. “O expositor vai poder contar com aparatos tecnológicos, como lives, vídeos, materiais para download e chat de atendimento para poder expor seu produto e atender os visitantes da melhor forma. Ao mesmo tempo que o visitante terá acesso ao Fórum, ele também terá à Feira”, completa Jaime.

 

Serviço:
32º Congresso Nacional Abrasel | Mesa ao Vivo Brasília
Dias 26, 27 e 28 de agosto
Mais informações: www.congressoabrasel.com.br

O 32º Congresso Nacional Abrasel é uma realização da Abrasel e Mundo Mesa, tem apoio da Fispal Food Service e da Unecs, e conta com os patrocínios de Alelo, Ambev, Coca-Cola, Ecolab, Grupo Petrópolis, Ticket, Souza Cruz, Stone e Sodexo.

Categorias
Acontece Dicas Notícias

WEBINAR – Oportunidades e retomada do varejo em Shopping Centers

CLIQUE PARA ASSISTIR

Categorias
Acontece Dicas Notícias

Diálogo e renegociação são a chave para atenuar os efeitos da crise, diz Nabil Sahyoun em Live

Durante live realizada pela Alshop no dia 02 de julho, o presidente da associação, Nabil Sahyoun, recebeu especialistas para discutir as saídas judiciais e extrajudiciais para a recuperação do comércio após a crise causada pela pandemia do novo coronavírus. “Precisamos discutir saídas urgentes para este momento. Defender o varejo e atividade tão importante para economia que é o comércio. Há muitas injustiças que enfrentamos, mesmo após aplicarmos rígidos protocolos sanitários ainda convivemos com uma restrição exagerada das nossas atividades”, afirma Nabil. O presidente da Alshop falou sobre as dificuldades enfrentadas pelo varejo e que o maior problema hoje está no transporte público, nas feiras livres e na periferia. “É uma injustiça com um estabelecimento que é limpo, tem controle de acesso, conta com medidas de segurança, como são os shoppings. Além disso, as lojas de ruas já adotaram as medidas necessárias para conter o contágio”.

 

Durante o debate, Maurício Santos que é advogado e especialista em recuperação e falências falou que o varejo já vinha sofrendo antes. “Boa parte do varejo vinha postergando locação, imposto, e sem ter fôlego para negociar”. Para Tiago Limongi, juiz da 1ª vara de recuperação e falências, a crise causada pelo coronavírus é para todos, países ricos e pobres. “Processos de recuperação judicial onde o devedor não tem perspectiva de injeção de dinheiro tende a fracassar e num cenário de pandemia é evidente que o processo pode resolver questão pontual, mas não faz com que o devedor construa um plano que consiga cumprir”.

 

Para o empresário e sócio da EXM Partner, VP do Ibra e diretor do Ibajud, André Rocha, a crise já vem em uma grande esteira. “Uma que é uma crise ampla vista em outros países também; redes como Toys R Us, Forever 21, Radio Shack entre outros. Aqueles que entraram na crise descapitalizados e não se prepararem para a entrada no e-commerce terão mais dificuldades”.

 

Durante a live, os participantes pontuaram que 70% dos lojistas são pequenos e 80% das empresas, que solicitaram, tiveram crédito negado. “O empreendimento tem que atuar de mãos dadas, e não só cobrar aluguel do espaço fazendo gestão de distribuição, e os lojistas não podem limitar seu canal naquele espaço físico, tem que fazer delivery, venda direta, atingir a reunião onde estão e ir atrás do cliente, e o shopping é um dos canais”, finaliza o empresário André Rocha.

 

Confira na íntegra: