Buscar notícia


Com economia desfavorável, brasileiros mudam hábitos de consumo

Pesquisa de preços é uma prática comum para 59% dos brasileiros, segundo estudo

7/02/2019
Por: ALSHOP Marketing
Fonte: SPC Brasil


Com economia desfavorável, brasileiros mudam hábitos de consumo

Cortar gastos com lazer, com as contas básicas, viagens e querer negociar mais. Essas foram as medidas encontradas por 63% dos entrevistados para não entrar no vermelho, de acordo com um levantamento do SPC Brasil.

Diante de um cenário econômico nada favorável, Laurence, que é técnico de informática, passou a administrar melhor o orçamento mensal: “antes eu tinha Netflix em casa, hoje não tenho mais, é pouco, mas é um pacote de arroz. Baixa velocidade da internet porque está com dificuldade financeira”.

Mais da metade dos entrevistados procurou reduzir o consumo de supermercado e telefone, como foi o caso da professora de inglês Natalia:

“Esse ano a gente cortou TV a cabo, porque em casa vê Netflix. Cortou telefone fixo, porque hoje é celular. Cortamos muita coisa extra de supermercado que comprava e estragava e no fim dava R$ 400 a mais que a gente não sabia nem que existia e que ia gastando à toa”.

VEJA MAIS: Brasil entra em ranking dos países mais inovadores do mundo; confira a sua posição!

Tal levantamento do SPC mostrou que os brasileiros passaram a ficar mais atentos também às promoções, substituíram produtos por marcas mais baratas e estão negociando mais.

Confira agora o que dizem os especialistas.

Brasileiros estão se planejando a longo-prazo, aponta especialista

Marcela Kawauti (Economista e chefe SPC Brasil) — Reprodução: Alex Régis/ Tribuna do Norte

Na avaliação da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, controlar os gastos faz com que o consumidor se planeje para prazos mais longos além de conseguir guardar alguma coisa: “essa reserva pode ser importante em médio e longo prazo para um sonho ou aposentadoria, ou também para cobrir imprevistos”.

A pesquisa realizada pelo SPC Brasil, em parceria com o Banco Central, ouviu 804 brasileiros acima de 18 anos em todo o país, de todas as classes sociais. A margem de erro é de três pontos percentuais para um intervalo de confiança de 95%.

O relatório completo pode ser lido aqui.

Fique sempre por dentro das nossas novidades, acesse nossas mídias sociais e nosso portal de notícias:

Portal de Notíciashttps://goo.gl/xaKMbH

Facebook: https://goo.gl/eMwd8r

Linkedinhttps://goo.gl/XSHcHg

YouTubehttps://goo.gl/hkhfnX

Instagram: http://bit.ly/2MbwFQM 

Siga a gente!
0


Últimas Notícias


ESTUDO APONTA CRESCIMENTO DO E-COMMERCE
Estudo realizado pela Cognizant, uma das empresas líderes mundiais em tecnologia e negócios, mostrou crescimento de compras de bens de consumo por meio digital até 2025. O e-commerce e o celular devem dominar o mercado, isso… Ler mais
21/05/2019 Comentários.
Reforma da previdência será benéfica para os varejistas
Atualmente todo o País se encontra de olhos atentos para acompanhar quais serão os próximos passos da aprovação da Reforma da Previdência junto ao Congresso e tentar entender de que forma isso os afetaria. Os impactos… Ler mais
20/05/2019 Comentários.
Facebook
Facebook
YouTube
YouTube
LinkedIn
Instagram