Categorias
Acontece

Previsão de geração de empregos para 2019 supera expectativas da ALSHOP

Em 2018, o crescimento no setor varejista foi perceptível em todos os aspectos após anos de sucessivas crises. A geração de empregos, por exemplo, fechou o ano com um índice 7% maior do que 2017, segundo dados da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (ALSHOP). A previsão para 2019, de acordo com a entidade, é que seja ainda melhor: alta de 12,1% em relação ao ano passado, o equivalente a 27 mil novos empregos no setor.

Estas vagas serão geradas em decorrência da abertura de 2.669 lojas até dezembro, quantidade que representa um aumento de 9,6% diante das 22 mil abertas no ano passado. Boa parte desse prognóstico vem do setor de franquias, que cresceu até mesmo durante os anos mais agudos da crise. Para acelerar a abertura de novas lojas ao redor do País, a ALSHOP promoverá o BRASILSHOP FRANQUIAS & SHOPPING, principal evento do País voltado ao Comércio e Serviços em Shopping Center, no dia 29 de Maio, na Casa Petra, em São Paulo.

No evento, franqueadores têm a oportunidade de expor seus modelos de negócios para candidatos pré-agendados e pré-selecionados pela Alshop. Deste modo, o contato entre investidores e franqueadores é facilitado além de rápido e seguro. Se você quer investir num modelo de varejo mais seguro que tem por trás uma marca reconhecida pelo público, inscreva-se no evento de franquias e negócios da ALSHOP e conheça estas oportunidades.

 

Categorias
Notícias

Morumbi Town Shopping recebe espaço interativo “Sensações”

Até o dia 24 deste mês o Morumbi Town Shopping recebe o espaço interativo denominado de “Sensações”. A proposta é que os visitantes possam circular pelos quatro cenários propostos para interação e seções de fotos. O ambiente fica localizado no piso térreo do Shopping e funcionará de domingo a quarta-feira, das 14h às 20h e de quinta a sábado, das 10h às 22h. O valor da entrada é de R$ 5,00.

Gabriel Lima, coordenador de Marketing do Morumbi Town Shopping, afirmou que “hoje em dia todos buscam o famoso ‘clique perfeito’ para bombar nas redes. Nossa atração especial deste mês de maio proporciona justamente o palco ideal para registros incríveis e únicos. Além disso, o espaço reserva muita cor e diversão para dar um toque especial e ainda mais contagiante nas fotos”.

Entre os ambientes, os clientes podem escolher um fundo mais romântico, para as belas fotos de casais, ou até mesmo um cenário mais divertido com uma gigantesca piscina de donuts. O tema festa é repleto de brilho, onde as paredes são de paetês dupla-face e um palco com globos espelhados. Outra opção interessante é a de brincar com a própria sombra, com diversas luzes posicionadas que criam efeitos coloridos.

Categorias
Acontece

Brasilshop Franquias & Shopping terá formato inovador

O BRASILSHOP FRANQUIAS & SHOPPING terá sua primeira edição do ano em São Paulo no próximo dia 29. O evento consiste em reuniões agendadas previamente, onde as franquias que participam têm a oportunidade de expor seus modelos de negócios para candidatos interessados em abrir franquias.

Um evento como este é de extrema importância para o setor, uma vez que traz benefícios tanto para quem expõe quanto para o investidor. Como fruto desta iniciativa, boa parte das lojas que devem abrir as portas este ano terão marcas conhecidas pelo público e maiores chances de sucesso.

A grande vantagem desse formato proposto pelo evento, é a grande variedade de negócios e segmentos expostos. Deste modo, o empreendedor conseguirá estudar e decidir qual é o ideal para seu tipo de perfil, disponibilidade de investimento e expectativa de retorno.

Você, investidor, ainda não sabe em que franquia investir? Você, expositor, gostaria de expor sua marca para diversos investidores? Então o BRASILSHOP FRANQUIAS é o local ideal!

 

Categorias
Notícias

Inadimplência chega a 62,6 milhões de pessoas no mês de abril, apontam CNDL/SPC Brasil

carreiras blockchain-bitcoin-bank-business-cash-coin-1444947-pxhere.com

O crescimento do número de consumidores com contas em atraso registradas perdeu força nos últimos meses. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelam que a inadimplência cresceu 2,0% em abril comparado ao ano passado. Ainda assim, o Brasil encerrou o mês com cerca de 62,6 milhões de pessoas negativadas (mais de 40% da população adulta brasileira).

O volume de dívidas de pessoas físicas caiu em 1,23% no mês de abril deste ano em comparação a 2018. É o quarto mês seguido de recuo no Indicador de Inadimplência PF. A queda do número de dívidas, em contraste com o avanço do número de devedores, resultou no recuo do número médio de dívidas, que passou de 1,927 para 1,866 em um ano. Os dados abertos por setor apontam que a maior parte das pendências (52%) está ligada aos bancos, em seguida ao comércio (17%), à comunicação (12%) e a água e luz (10%).

Na avaliação do presidente da CNDL, José Cesar da Costa, embora o crescimento da inadimplência no país ainda persista, o ritmo é menor e acontece em paralelo com o crescimento do saldo de crédito, segundo dados do Banco Central.

Em relação a faixa etária, mais da metade dos inadimplentes possuem entre 30 a 39 anos. Na sondagem das regiões, a Norte registra queda de 0,42% no número de negativados, mas mesmo assim em termos proporcionais continua sendo a região com maior participação inadimplente.

Categorias
Notícias

Dia das Mães: Faturamento no varejo de shopping cai 5% ante a 2018

De acordo com pesquisa interna feita ALSHOP, o Dia das Mães, segunda principal data do comércio, teve alta de 4% no fluxo de pessoas ante a 2018, o que, consequentemente, elevou a quantidade de vendas nas lojas. No entanto, os consumidores gastaram 5% a menos do que no ano passado.

Segundo a Associação, esta queda faz referência a menor predisposição que o consumidor estava em fazer dívidas, especialmente em carnês e cartões de crédito. Logo, com uma maior quantidade de vendas realizadas, mas um gasto consideravelmente menor, o ticket médio nas lojas também sofreu queda: 10% menor em relação a 2018.

Quanto ao ticket médio das compras, Luís Augusto Ildefonso da Silva, Diretor Institucional da ALSHOP, comentou que nos shoppings populares, com concentração maior de classes C e um pouco de B, ficou entre R$ 75 e R$ 90. Já nos shoppings com maior concentração de A e B, este valor girou em torno de R$ 170 e R$ 200.

Mais vendidos

Os segmentos que mais se destacaram, de acordo com pesquisa feita pela entidade, foram os de roupas, calçados, acessórios, perfumes, cosméticos, chocolates e consumo nos restaurantes. Já quanto a forma de pagamento, os consumidores optaram por fazê-lo à vista, seja com dinheiro ou cartão de débito, como um meio de evitar gerar um novo endividamento.

Categorias
Notícias

Projeção do PIB 2019 tem queda e fica em 1,49%, segundo BC

indicadores econômicos
Reprodução: Mohamed Hassan/Pixabay

De acordo com dados disponibilizados pelo Banco Central (BC), por meio do Relatório Focus, a previsão do Produto Interno Bruto (PIB) – soma de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região – para 2019 teve uma ligeira queda, indo de 1,70% para 1,49%. A previsão para o próximo ano permanece a mesma, de 2,50%.

Já a média das projeções para o Índice de Preço do Consumidor (IPCA), que mede o preço médio de itens de consumo e serviços, aumentou: passou de 4,01% para 4,04%. Para 2020, esta projeção segue em 4,00%. Já em relação a taxa de câmbio, a média para até o final deste ano segue em US$ 3,75. Já para o final de 2020, subiu de US$ 3,79 para US$ 3,80.

A taxa Selic – responsável por registrar todas as operações relacionadas a títulos do Tesouro Direto -, se mantém até o final deste ano no estipulado pelo BC em setembro de 2018: 6,50%. Já ao encerrar 2020, a taxa terá uma manutenção, registrando alta de 1% (de 6,50% para 7,50%).

Categorias
Notícias

Mais dados confirmam otimismo para o Dia das Mães

Mesmo com os dados recentes de queda da confiança dos consumidores em relação à melhora da economia, hoje dois indicadores apontam o otimismo do varejo sobre o Dia das Mães. A Boa Vista projeta um crescimento de até 2,8% nas vendas até domingo, o que será o terceiro ano de melhora nas vendas após as quedas de até 2016 (-4,6%).
A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) também divulgou a previsão de crescimento das vendas nesta data de 3,8%, em comparação a 2018. Isso significaria uma movimentação financeira da ordem de R$ 9,7 bilhões.
 
Em termos de otimismo o Distrito Federal é a região que mais espera aumento nas vendas: 6% segundo dados do Sindivarejista-DF. Já a região com maior receio por parte dos consumidores é o ABC Paulista onde o ticket médio de R$ 210 por presente, representa queda de 6,5% em relação a pretensão do ano passado. Os dados são da Pesquisa de Intenção de Compras (PIC) realizada pela Universidade Metodista de São Paulo. 
Categorias
Notícias

Vendas vão crescer 7% no Dia das Mães

Uma pesquisa interna da ALSHOP feita com lojistas filiados aponta que as vendas no Dia das Mães devem crescer 7% este ano em relação ao ano passado no estado de São Paulo. Este será o segundo ano consecutivo de expansão após um longo período de recessão durante o período mais agudo da crise econômica. Em 2018 as vendas cresceram 4% em relação a 2017.
O setor de perfumaria e cosméticos que estão ligados diretamente à data comemorativa é o mais otimista. Estas lojas projetam um incremento de 15% nas vendas. Para o Dia das Mães, os itens mais procurados são artigos para a casa, decoração, CDs e DVDs, bijuterias e acessórios, vestuário, TVs e celulares.
Este é mais um dado positivo do setor que espera a abertura de 2.669 lojas só neste ano e alta de 12,13% nas vendas. Se as projeções se confirmarem, o setor de shoppings alcançará 311,9 mil pessoas empregadas sendo que 27,3 mil devem ser contratados até o final de 2019.
Categorias
Notícias

Supermercados comemoram resultados

economia brasileira

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), apontam que as vendas do setor cresceram 0,42% no primeiro trimestre deste ano (janeiro a abril) já descontada a inflação. Em março o crescimento chegou a 11,5% em relação a fevereiro.
João Sanzovo Neto, presidente da ABRAS acredita que “o efeito Páscoa, que ainda é uma das datas mais importantes para os supermercados influenciou nas vendas”.
A entidade aponta que este ano as vendas nos supermercados devem crescer 3%.
Já a cesta de produtos Abrasmercado, segundo pesquisa da Gfk e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisas da ABRAS, registrou aumento de 1,3% no preço passando de R$ 475,44 para R$ 482,07. Nos últimos 12 meses, a alta já chegou a 9,85%. Todas as regiões do país registraram alta nos preços. A maior variação foi na região norte: R$ 516,68 e a menor foi no sul.