Notícias
Notícias
Confira todas as matérias relacionadas ao varejo de shopping centers.


BUSCA DE NOTÍCIA
ANO:
MÊS:
TIPO:


23/01/2018
Notícias
Casual dining
Por: Redação
Fonte: Sem fonte

Gurumê inova o conceito e inaugura 4º restaurante em 3 anos

Comida de qualidade, atendimento diferenciado, ambiente descolado e preço justo. Foi assim que, em setembro de 2014, surgiu a primeira unidade do Gurumê - restaurante de cozinha oriental contemporânea - em São Conrado, que inovou o conceito de casual dinning no Rio. Sucesso imediato de público e crítica, com casa cheia e filas de espera durante os fins de semana, em três anos ganhou duas novas unidades - Ipanema, em março, e Tijuca, em novembro - e se prepara para abrir o maior restaurante, na Barra, em janeiro de 2018. Todo esse crescimento se deu em meio à uma das maiores crises econômicas enfrentadas pelo país e pelo estado, com queda poder aquisitivo dos fluminenses.   
 
O projeto – criado pelo Grupo Trigo (Spoleto, Domino’s Pizza e Koni) em parceria com o empresário Jerônimo Bocayuva - demorou um ano para sair do papel de forma estruturada e atendendo aos quatro pilares essenciais: qualidade, atendimento, ambiente e preço.  
 
Gurumê Ipanema
Gurumê Ipanema
 
A ideia era retratar o lifestyle carioca em um ambiente com decoração sofisticada, mas leve. O projeto ficou a cargo do renomado escritório de arquitetura de Thiago Bernardes, trazendo sofisticação em um clima descontraído, branco e azul ao invés de preto e vermelho (dos japoneses tradicionais), onde pudessem circular executivos engravatados e amigos em um pós-praia. 
 
O premiado chef japonês radicado em SP Shinya Koike, mais conhecido como “Shin”, foi o consultor do cardápio que traz o conceito japa fusion com toques de sofisticação e criações exclusivas tendo como base a cozinha japonesa, mas "brincando" com referências de outros países (Peru, México, Itália...)
 
No comando das casas os chefs Daiti Ieda (sushibar) e Renato Araújo (cozinha), reproduzem o bem-sucedido cardápio que tem como carro-chefe o salmão – são cerca de nove toneladas por mês contra quatro e meia de atum. 
 
Gurumê Tijuca
 
Outra inovação foi a linha de cervejas de marca própria, em parceria com a Cervejaria Brewpoint, de Petrópolis, em embalagens cheias de bossa. São três rótulos: a Weiss, a IPA, e para o verão de 2018, o lançamento é a LAGER.  
 
O ponto alto do sucesso, sem dúvida foi o preço. Em meio à crise que tomou conta do país, o restaurante se tornou um refúgio onde era possível comer, beber e se divertir a um preço justo. Logo as filas de clientes surgiram, atraindo de jovens à terceira idade. O conceito de mesa compartilhada, mais um acerto da casa, também foi inovador.  
 
Com 28 mil clientes por mês nas duas casas, São Conrado e Ipanema – e com a abertura este mês da unidade Tijuca – a rede, que começou empregando 60 funcionários, possui atualmente uma equipe de 300 pessoas. Até janeiro, com a inauguração na Barra, o número cresce cerca de 10%. 
 
O modelo de negócio se tornou um sucesso de público e o resultado disso é a previsão de mais duas unidades para 2018, chegando a seis restaurantes na cidade. Para 2019, o grupo estuda abrir a primeira filial em São Paulo.
 
HITS DO CARDÁPIO 
Fazem parte dos hits o Hot Roll Gurumê (8 rolls de salmão empanados em flocos de cereal e cobertos de salmão batidinho, ovas de massago, cebolinha, molho teriyaki e um leve toque de azeite trufado – R$33) o mais vendido da casa, o Ceviche de Vieiras (fatias de vieira ao “leche de tigre” – R$35), o Salmão Guacamole (cubos de salmão fresco marinados ao molho shoyo, cobertos com guacamole, e palitinhos crocantes do nosso pão Ban no azeite de ervas – R$27) e a Pipoca de Camarão (cubinhos de camarão tempurá com molho spicy – R$25), nas entradinhas;  Nigiris de atum com foie gras (dupla de nigiris de atum com foie gras e maçã verde caramelizada – R$29), Itamae Nigiri (5 sushis escolhidos pelo chef – R$45) e o Atum Burrata (5 cubos altos de lombo de atum cobertos por  queijo burrata, molho pesto, farofinha crocante de pão e um toque de queijo parmiggiano reggiano – R$34).